sábado, 1 de julho de 2017

CACHORRO DE PROTETORA QUE FOI ACUSADA DE "MAUS TRATOS" VOLTA A ANDAR

Uma semana após a protetora de ser acusada FALSAMENTE de "maus tratos" numa "CPI" articulada por seus inimigos pessoais declarados com a intenção de prejudicar sua imagem, o cachorro Malhado resgatado com CINOMOSE pela Protetora Márcia Liverani voltou a andar.
Maria Márcia Liverani é a única ativista/protetora de animais  de Cachoeiro de Itapemirim-ES ,e sozinha,desde 2010, vem lutando contra o abandono e maus tratos praticado pelos moradores.
A protetora esta sofrendo forte perseguição que envolve  autoridades constituídas na política e no judiciário da cidade.  Márcia tem sofrido sentenças por revelia de processos que desconhecia a existência e  também sentenças  parciais para prejudicar seu patrimônio e até privá-la da liberdade e de seus direitos fundamentais.
A acusação de maus maus tratos é uma GRANDE MENTIRA,nunca existiu maus tratos,a protetora salva animais dos maus tratos,porém afirmaram que por morar numa casa pobre e precária ,os animais estariam "maltratados",mesmo vivendo em local limpo,vacinados,castrados,sem parasitas e com assistência veterinária.
Veja o relato da vítima:

"Uma semana depois de ser humilhada,torturada,agredida  e acusada falsamente de "maus tratos" numa "CPI" fraudulenta  articulada por meus inimigos, Deus promove o milagre e o Malhado volta a andar.
Eu resgatei Malhado se arrastando pelas ruas de Cachoeiro de Itapemirim-ES, e com ajuda de amigos do Facebook ,estou fazendo o tratamento dele.
Se não fosse resgatado já estaria morto,ou seria morto no CCZ. Em outras mãos seria eutanasiado por estar com cinomos
e.
Mas graças a Deus ele teve a sorte de ser resgatado por essa protetora tão perseguida,tão humilhada e tão difamada. Que mora numa casa "precária" e sem recursos.
Agradeço a Deus e também a todos que me ajudam a salvar essa vidas.
Quanto a imprensa corrupta e parcial da cidade,que se retratem ou percam a credibilidade.
As pessoas que me acusam de maus tratos e outras mentiras não tem capacidade para salvar uma vida e não conhecem o verdadeiro amor. Para elas eu desejo luz,para que saim das trevas."

 NOTA

Um dos acusadores da protetora, e seu perseguidor implacável Fernando da Costa Ghio (que já havia inclusive a agredido,sempre se valeu de sua carteira da OAB e amigos do MP e  judiciário para prejudicar a Protetora Márcia Liverani,que por  ser voluntária,não tem condições de pagar  um defensor,sendo negada inclusive a assistência da defensoria publica,sofrendo todo tipo de abuso,sendo torturada, e agredida por membros do próprio judiciário de Cachoeiro de Itapemirim-ES;) foi morto pelos próprios comparsas em 14 de junho de 2017,21 dias após a realização da oitiva da CPI do mal,onde a protetora foi agredida,torturada e mantida em cárcere privado,tendo todos seus direitos violados.  Justiça de Deus? Ou Lei do retorno?
 Fernando Guio foi morto por um de suas comparsas ,que ele havia contratado para matar um contator,com quem tinha negócios escusos e fazia lavagem de dinheiro. A notícia foi publicada vastamente na imprensa,ocasião onde foi desmascarado o criminoso que perseguia a protetora,A viúva de Fernando Ghio passou então a ameaçar a protetora e pessoas para manter "limpo" o nome de seu falecido marido.
Veja as notícias  da imprensa> https://novo.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2017/08/empresarios-sao-presos-pelo-assassinato-de-advogado-em-cachoeiro
Fernando Ghio cobrava 30 mil reais pelos assassinatos e segundo manchete em outro jornal,havia um outro crime já encomendado que poderia ser o da protetora.

Segundo o delegado Guilherme Eugenio,da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Cachoeiro de Itapemirim-ES, esse profissional liberal prestava serviços para o César. "Em depoimento, ele contou que o Fernando da Costa Ghio  pediu R$ 30 mil para a execução do crime. Depois disso, o Fernando Ghio contratou o Leonardo para a execução do serviço, que no caso, a morte do César Junior. Fernando  Ghio teria prometido R$ 15 mil pela morte do empresário. O executor expressamente assumiu o compromisso com o Fernando de executar o César, mas afirma que nunca pretendeu a morte do César", explica o delegado.
A negociação se arrastou por algum tempo, e em um determinado momento, os irmãos tomaram a decisão de repelir a ameaça. "Em momento nenhum procuram a polícia, e então contrataram Creison", continua.
No dia anterior ao crime, houve uma ligação de Anderson para o Creison, mas a polícia não conseguiu identificar o teor da conversa. "Não sabemos até que ponto mentem ou não. Junto com os irmãos e o Creison, Leonardo liga para Fernando, que estava fazendo uma ultrassom do único e primeiro filho. Ele abandona o procedimento e sai", explica.
Eles marcaram o encontro no trevo que dá acesso à Rodovia do Contorno. "Os irmãos levaram os executores até o local em uma caminhonete L200, de cor prata. Eles contaram que não sabiam que o Creison portava uma arma. Eles só queriam dar um susto no Fernando", conta o delegado.
No local marcado, Leonardo e Creison entraram no veículo de Fernando. "Com a arma na cabeça, Fernando passa a seguir o rumo ordenado. Os irmãos, que estavam na caminhonete, tentaram fechar o veículo do Fernando. Nesse momento, a vítima começou a brigar, e percebendo o fim que teria, soltou o volante e acelerou o carro, tentando tomar a arma, e o Creison disparou contra sua cabeça", conta.

Fonte: https://novo.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2017/08/empresarios-sao-presos-pelo-assassinato-de-advogado-em-cachoeiro


A VERDADE 
Fernando Ghio e sua esposa são ex voluntários da ONG ACACI,presidida pela Protetora Márcia Liverani,e foram excluídos em 2012 ,por comportamento inadequado e interesse financeiro,desde então passaram a perseguir e tentar destruir a ONG e o trabalho da Protetora. Como são advogados e tem amigos e parentes no judiciário e MP de Cachoeiro de Itapemirim-ES,tem conseguido  de maneira fácil,andamentos a processos fraudulentos,sem provas, e sentenças proferidas de maneira PARCIAL para prejudicar a protetora,que não tem como se defender.




MOSTRE SEU APOIO

Caso queira apoiar ou ajudar a Protetora Márcia Liverani pode entrar em contato pelo seu perfil no facebook 
https://www.facebook.com/marciaprotetora.ativistadosdireitosdosanimais
Ou pelo e.mail > progatofilantropia@hotmail.com