quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

PRENDER OS ANIMAIS É UM GESTO DE AMOR





Muito se vê nas redes sociais e espalhados pela web ,pessoas que se dizem defensores ou protetores de animais criticando  quem prende seus animais.Esta atitude além de anti-ética é contraditória,pois todos defensor ou protetor de animais conhece os perigos das ruas e também convive com vizinhos maldosos.
Em áreas urbanas ou até em sítios ou fazendas é bom delimitar o acesso de seu animal...
No caso de cidade é ideal ter janelas teladas e/ou muro alto para evitar que os animais saiam e sejam mortos ou agredidos nas ruas.
Aqui tivemos de fazer um gatil para prender os gatos,pois a cada dia estavam "sumindo",e por mais que zelemos pelo seu bem-estar,sabemos que soltos nem estariam vivos.
A solução é tentar fazer dessa "prisão" algo confortável.
Os gatos machos (não-castrados) são os que mais reclamam por perderem o acesso as ruas.Porém são eles as principais vítimas de envenenamento por vizinhos criminosos.
Vizinhos costumam dar as mais diversas desculpas para maltratar um animal que vai em sua casa.Alguns dizem que fazem xixi,outros que fazem cocô no quintal e já teve um vizinho que reclamou que um de nossos gatos "dormia" em sua cama.
Enfim,desculpas é que não faltam para envenenar os pobres anjos.
Penso que para resolver isso ,bastaria que o vizinho colocasse tela em suas janelas,mas ele prefere MATAR.
Não são apenas os gatos as vítimas de envenenamento.Os cães e até pombos e rolinhas já foram mortos na minha vizinhança.
Procurar justiça?
O delegado local (plantonista)se negou a fazer o ocorrência,pois segundo ele existiam caso mais "graves" para serem resolvidos.
E enquanto isso o assassino continua impune para matar mais inocentes.
A imprensa local deu apoio e foi feita uma matéria sobre o assunto na TV SIM BRASIL de Cachoeiro de Itapemirim-ES:

Lançamos uma campanha contra envenenamento de animais e vamos colar cartazes pela cidade para conscientizar a população.


Veja abaixo alguns casos de violência contra animais que poderia ter sido evitados se estivessem presos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

A ACACI agradece a sua colaboração.